Maio no Museu Afro Brasil traz diversas exposições.

Programação cultural de Maio no Museu Afro Brasil

EXPOSIÇÕES

Exposição de Longa Duração

A exposição de Longa Duração pretende contar uma outra história brasileira. (…) tem a intenção de desconstruir um imaginário da população negra, construído fundamentalmente pela ótica da inferioridade ao longo da nossa história e transformá-lo em um imaginário estabelecido no prestígio, na igualdade e no pertencimento, reafirmando assim o respeito por uma população matriz de nossa brasilidade.

Design e Tecnologia no tempo da Escravidão

A mostra apresenta mais de 400 peças do acervo do museu, entre objetos de uso doméstico e ferramentas para ofícios rurais e urbanos, que contextualizam o conhecimento aplicado na produção de objetos e utensílios dos séculos XVIII e XIX.

Um Deoscóredes – 100 anos do Alapini Deoscóredes Maximiliano dos Santos

A exposição é uma homenagem ao centenário de nascimento de Mestre Didi (1917-2013), Alapini do Ilê Asipa e filho de Mãe Senhora (1890-1967) – iyalorixá do Ilê Axé Opô Afonjá.

Isso é coisa de Preto: 130 anos da Abolição da Escravidão

Nos 130 anos da abolição da escravidão (1888), o Museu Afro Brasil ressalta a competência, o talento e a resistência negra que evidenciam e valorizam a fundamental contribuição africana e afro-brasileira na construção do país.

Museu Afro Brasil, nos seus 15 anos, celebra São Paulo – Uma iconografia urbana

Exposição integra as comemorações de 15 anos do Museu Afro Brasil e reúne mais de 500 itens históricos entre pinturas, fotografias, cartazes, objetos, vestimentas, recortes de jornais e revistas, mapas, brinquedos e porcelanas que traçam uma cronologia da cidade.

A Cidade da Bahia, dos Baianos e das Baianas Também

Abertura: 07 de maio

Aberto pela Aduana – Livro de Artista de Eustáquio Neves

Abertura: 07 de maio

ATIVIDADES EDUCATIVAS

Negras Palavras – Encontro marcado: Negro Drama

18 de Maio (sábado), 11h

Concebido com o objetivo de proporcionar aos visitantes experiências estéticas tendo como referência a palavra ouvida, falada e escrita, o Projeto Negras Palavras tem como eixo o papel e o lugar da voz africana e afro-brasileira em diferentes manifestações culturais, como a contação de histórias, a mediação de leitura, a produção literária e suas diversas formas de difusão.

No dia 18 de maio de 2019 realizaremos o Encontro Marcado: Negro Drama. No evento, Oswaldo de Camargo, autor do livro “Negro Drama: ao redor da cor duvidosa de Mário de Andrade”, apresentará aos participantes o também escritor Mário de Andrade, situando-o em seu tempo, com destaque para a moldura social em que viveu e produziu. Será abordado também o ambiente político, sublinhando questões relacionadas ao pertencimento racial desse importante intelectual da literatura e da história brasileira.

O evento contará também com intervenções poéticas.

Atividade gratuita

Público-alvo: Livre

Duração: 1h00

Inscrição: https://forms.gle/uUadrDZqZe5ZGSz99

Cordel: o futuro das tradições (Semana de Museus)

18 de maio (sábado), 15h

Esta ação educativa faz parte da programação da 17ª Semana de Museus, evento organizado pelo IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus), que tem como tema “O futuro das tradições”. A atividade consistirá em uma visita à exposição de longa duração, com destaque para a presença do cordel em nosso acervo. Serão discutidos aspectos da história dessa linguagem e os sentidos possíveis dessa expressão na contemporaneidade.

Atividade gratuita

Público-alvo: Livre

Duração: 1h00

Inscrição: https://forms.gle/X7iS2UzHRwomgwcp6

Aos Pés do Baobá – Especial Dia da África no Brasil

25 de Maio (sábado), 11h30

Durante este evento, os visitantes terão oportunidade de conhecer histórias africanas ou afro-brasileiras e, em seguida, participar de um bate-papo conduzido por integrantes do Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil.

Atividade gratuita

Público-alvo: Livre

Duração: 1h00

Inscrição: https://forms.gle/WkY7Bdh9HCAqQYJH6

Oficina Ngoma

25 de Maio (sábado), 15h

Após uma breve visita pela exposição de longa duração do Museu Afro Brasil, os participantes aprenderão a confeccionar tambores com materiais de fácil manipulação (cano PVC, Fita adesiva e recortes de revistas). No final da atividade os visitantes serão desafiados a experimentar as potencialidades desse instrumento tendo em vista a musicalidade dos tambores africanos e afro-brasileiros.

Inscrição: https://forms.gle/5nBV8XjrRBRr65zZ6

Visitas para grupos espontâneos

05, 19 e 26 de Maio (domingo), 14h

As visitas para o público espontâneo terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva afro-brasileira.

Atividade gratuita

Público-alvo: Livre

Duração: 1h00

Inscrições: Para participar, basta chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento.

O funcionamento do museu é de terça-feira a domingo, das 10 às 17hs, com permanência até às 18hs.

Entrada Inteira: R$ 6,00
Meia Entrada: R$ 3,00
Grátis aos sábados.
Política de gratuidade no site.

Para agendar visita mediada pelos educadores do Núcleo de Educação acesse: http://www.museuafrobrasil.org.br/visite/planeje-sua-visita/agendamento-de-visita

Site: http://www.museuafrobrasil.org.br/

Programação Cultural: http://www.museuafrobrasil.org.br/programacao-cultural

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *